Da mesma forma que aqui no Brasil, quando você visita um outro estado existem algumas regras diferentes. Por isso, sempre falamos que além de não esquecer itens básicos materiais ao viajar, você também deve estar aberto a aprender sobre as leis do país que você vai explorar, respeitas sua culturas e estar aberto a coisas diferentes, que muitas vezes você pode gostar ou não. Pensando nisso montamos uma lista de coisas necessárias para todo o explorador:

Se abra a oportunidades

Há uma citação atribuída a James A. Michener que diz: “Se você rejeitar a comida, ignorar os costumes, temer a religião e evitar as pessoas, é melhor ficar em casa”. Tente fugir do jeito turista de ser e tente viver um pouco a vida do local. Fuja um pouco dos lugares turísticos evá pesquisar onde as pessoas costumam comer/beber, qual a religião mais famosa local e se puder ir e você estiver aberto vá conhecer.

Arrume um jeito de não esquecer no futuro das coisas que você mais gostou por lá

O intercâmbio é um momento intenso onde você vive coisas incríveis, por isso é normal que quando você volta de lá, algumas coisas você acaba esquecendo. Por isso a nossa dica é tentar registrar ao máximo por dia os melhores momentos: seja por vídeo, um diário, fotos ou até mesmo um blog. Quando você no futuro pegar esses arquivos de novo, vai ter aquele sentimento bom de como foi.

 

O mapa é um grande aliado, mas deve ser seguido o tempo todo

Sabemos que você vai querer otimizar ao máximo seu tempo quando você estiver fazendo um intercâmbio de duas ou quatro semanas, mas acredite: fugir do gps muitas vezes vai te fazer MUITO BEM. Essa dica damos, pois há muito que se explorar e quando fazemos todos os dias o mesmo caminho você acaba se limitando a novas possibilidades. Por isso o que sugerimos: indo pra escola? Evite sempre ir pelo mesmo caminho. Vai visitar algum lugar diferente? Tente explorar as quadras que estão a volta dele. Pode ter certeza que ao fazer isso você encontrará uma rua diferente bonita, algum restaurante que você vai se apaixonar e até alguma atividade que vai fazer você fugir do passeio turístico. Se abra!

Até o melhor lugar do mundo tem seus defeitos

Uma coisa é ler sobre o que as pessoas falam negativamente sobre o país que vai explorar, mas muitas vezes você vai ter que viver isso. Mesmo você indo visitar um país de primeiro mundo poderá ver moradores de ruas, problemas no trânsito, falta de educação, problemas na política e até algo que é cultural e que não te agradará. Mesmo isso podendo te deixar chateado é importante experienciar isso para poder analisar e comparar as vantagens e desvantagens de cada lugar. Quando você fica muito em uma bolha turista acaba muitas vezes não vendo essa realidade do país e que é muito importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *