Para quem planeja um intercâmbio ou até mesmo uma viagem, a alta do dólar pode ter assustado quem pretendia ir para os Estados Unidos. Mas ainda dá pra encontrar destinos alternativos e não menos incríveis, e sem deixar de lado a economia para o bolso.

Pensando nisso, a Agência Mundi separou algumas opções, levando em consideração a variação das moedas locais, para que você não tenha surpresas e possa aproveitar a estadia.

CANADÝ

Uma ótima opção para turbinar o idioma tem sido o Canadá, O Dólar Canadense (CAD) ainda é bem mais barato que o americano, e para economizar, a alternativa é encontrar cidades que oferecem alternativas de diminuir o custo de vida, como Calgary e Victoria.

E, dependendo do curso que você escolher, tem a opção de trabalho regulamentado. Outra vantagem é economizar com os descontos nos preços das passagens aéreas, que são comuns nesse destino.

MALTA

Este, definitivamente, é um destino paradisíaco, onde você pode fazer as aulas de manhã e curtir as praias no resto do dia. A ilha no mar mediterrâneo tem o Euro como moeda local, e proporciona estudar o inglês e o italiano. Sem contar que, se a permanência do estudante for de até 90 dias, não tem a necessidade do visto.

O que ajuda a economizar bastante é a variedade de atrações turísticas e opções de festas diurnas e noturnas, tem para todos os gostos, sendo ainda de fácil locomoção. Malta tem a vantagem de facilitar a tão sonhada euro trip, por estar bem pertinho da Itália.

IRLANDA

Não é por acaso que este destino se tornou um país bastante procurado, onde permite que em alguns casos o estudante possa trabalhar nas horas livres. E ganhar em Euro é sempre um ponto positivo.

A procura por Dublin é sempre a primeira opção que passa pela nossa cabeça, mas tente cidades como Cork, Calgary e Limerick, onde o visual histórico é encantador, tem menos brasileiros e a oportunidade de ofertas de trabalho fica menos competitiva.

O que torna o país mais convidativo entre outros na Europa, são os acordos nas escolas para os brasileiros, que fazem com que seu custo com os estudos seja menor. Mais dinheiro no bolso.

AUSTRÝLIA

O preço do Dólar Australiano (AUD) ficou ainda mais atrativo se comparado ao americano. O país da Oceania também tem a vantagem de oferecer trabalho para o visto de estudante de 40 horas para cada duas semanas durante o período de curso, e tempo integral nas férias.

O destino tem sido procurado por estudantes que desejam conhecer muitas paisagens naturais preservadas e e pela facilidade de fazer novas amizades com pessoas do mundo todo.

NOVA ZELÂNDIA

Um destino tão multicultural quanto a vizinha Austrália. O Dólar Neozelandês (NZD) é bastante convidativo, e não tem sofrido grandes variações se comparado com a nossa moeda. Por lá, recentemente foi regularizada a permissão de trabalho para o visto de estudante. Quando a escolha do destino é por um país onde o clima estudantil seja intenso, esta é uma opção perfeita, pois as escolas e universidades locais tem tido boas classificações e prêmios mundiais de reconhecimento.

Uma boa dica para economizar é estudar o custo de vida local e buscar alternativas incomuns, e para ter uma renda extra, destinos onde você possa trabalhar enquanto estuda. E planeje com antecedência, se organize, e conte para nós a sua ideia de intercâmbio. Não deixe seu sonho de lado e conte com a nossa ajuda para realizá-lo.

Tag: , , ,

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *