Não é preciso ir muito longe para estudar espanhol. Na América Latina, a principal opção é a cidade de Buenos Aires, uma das 20 maiores do mundo, é ideal para o seu intercâmbio. Buenos Aires é a capital argentina, mas a herança de traços arquitetônicos europeus a fizeram ser conhecida como a Paris da América do Sul. E essa semelhança não ficou restrita apenas à arquitetura. A cidade possui uma cultura riquíssima, com cerca de 100 museus e 300 teatros, sendo a maior concentração de casas de espetáculo do mundo.

Dentre as centenas de museus, destacam-se o Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires (MALBA), que abriga uma vasta coleção de arte moderna com nomes como Tarsila do Amaral, Frida Kahlo e Portinari entre muitos outros em um prédio de arquitetura modernista que por si só já vale a visita, e o Museu Evita, que retrata toda a trajetória da vida de um dos maiores ícones da Argentina, Eva Perón, importante líder política argentina.

A Paris da América do Sul possui ainda diversos outros pontos históricos. Um dos bairros mais famosos é o Puerto Madero, onde a visita é obrigatória para os passeios de final da tarde. O lugar é repleto de restaurantes tradicionais com uma grande procura pelo churrasco argentino, além é claro de um visual muito bonito e futurista. No Centro Histórico de Buenos Aires estão os edifícios mais importantes. A Casa Rosada, a Catedral Metropolitana e o Banco de la Nación, principais instituições administrativas, se encontram por lá. A Casa Rosada, além de sede do poder Executivo, abriga a Galeria de Patriotas Latino-americanos, onde estão painéis homenageando diversas figuras públicas latinas como Che Guevara, Evita Perón e Getúlio Vargas. Aos fins de semana a Casa realiza visitas guiadas gratuitas que permitem conhecer até o gabinete presidencial.

Para os passeios ao ar livre, ir aos Bosques de Palermo é uma boa pedida. Bem no centro da cidade, os bosques quebram toda a agitação e o cinza para darem lugar a tranquilidade e o verde. São 25 hectares de parques onde árvores, lagos e roseiras dividem espaço, junto com o Jardim Botânico e o Jardim Japonês. Os Bosques de Palermo tornaram-se um dos principais pontos de encontro da cidade.

Buenos Aires tem uma das melhores noites da América do Sul. A vida noturna é bem agitada, com opções para todos os públicos. Baladas, restaurantes e clubes de dança estão entre as atividades favoritas dos portenhos. O tango marca presença em muitos lugares, seja nas casas de show mais turísticas, seja nas milongas, locais onde moradores se reúnem para dançar. A noite nas casas noturnas começam tarde, é só às 2h da manhã que as baladas começam a encher para valer.

Para se locomover pela cidade, o meio de transporte mais utilizado é o ônibus, mais conhecido como colectivos. São mais de 150 linhas e 15.000 veículos que circulam por toda a Buenos Aires. O primeiro sistema metroviário da América Latina conta hoje com 6 linhas, sendo todas subterrâneas, por isso, o metrô é chamado de Subte. O ingresso no ônibus só pode ser pago com moedas e a tarifa varia de acordo com a distância, já para o metrô é necessário comprar um bilhete específico por $5 que dá direito a integração. Há a opção de utilizar o cartão SUBE, que integra trem, ônibus e metrô com tarifas diferenciadas.

Se você está planejando fazer um intercâmbio, entre em contato com a Agência Mundi para mais informações sobre o programa de estudos em Buenos Aires ou qualquer outro destino. Com a Agência Mundi fazer intercâmbio é mais fácil do que você imagina!

Tag: , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *